segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O Presbítero - Manual Presbiteriano

Art. 50 - O Presbítero regente é o representante imediato do povo, por este eleito e ordenado pelo Conselho, para, juntamente com o pastor, exercer o governo e a disciplina e zelar pelos interesses da Igreja a que pertencer, bem como pelos interesses da Igreja a que pertencer, bem como pelos de toda a comunidade, quando para isso eleito ou designado.

Art. 51 - Compete ao Presbítero:

a). levar ao conhecimento do Conselho as faltas que não puder corrigir por meio de admoestações particulares;
b). auxiliar o pastor no trabalho de visitas;
c). instruir os neófitos, consolar os aflitos e cuidar da infância e da juventude;
d). orar com os crentes e por eles;
e). informar o pastor dos casos de doenças e aflições;
f). distribuir os elementos da Santa Ceia;
g). tomar parte na ordenação de ministros e oficiais;
h). representar o Conselho no Presbitério, este no Sínodo e no Supremo Concílio.

Art. 52 - O presbítero tem nos Concílios da Igreja autoridade igual a dos ministros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário