quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Dez Motivos para a Meditação e Dez Passos para a Meditação

David Murray – Meditação: 10 Motivos e 10 Passos

Dez Motivos para a Meditação

1. Ela impede o pecado: Se escondemos a Palavra de Deus em nosso coração, ela impedirá o pecado em suas raízes (Salmo 119:11).
2. Ela motiva o bem: Meditar em exortações e ordenanças práticas da Bíblia nos lembra de nossos deveres cristãos. O que pensamos a respeito é o que eventualmente fazemos (Provérbios 23:7).
3. Ela guia e renova a oração: Meditar nos versos da Escritura abre novos tópicos e áreas para a oração.
4. Ela transforma a insônia em uma bênção: O salmista transformou as horas “perdidas” de insônia em um banquete de enriquecimento espiritual. (Salmo 63:5-6).
5. Ela aproveita bem o tempo: É muito mais proveitosa do que, digamos, assistir TV. E também lhe fará mais feliz (Salmo 1:1-3).
6. Ela lhe prepara para evangelizar: Ao encher nossos corações com Deus e Sua Palavra, estaremos muito mais prontos para dar uma resposta a todo homem que peça razão da esperança que há em nós (1 Pedro 3:15).
7. Ela lhe ajuda na comunhão: Você pode edificar a outros na comunhão porque você pode propor um versículo para discussão e aplicar algumas considerações sobre ele.
8. Ela aumenta a comunhão com Deus: Deus encontra com Seu povo através das Escrituras. Uma pessoa que nunca pensa nas Escrituras nunca encontrará e andará com Deus.
9. Ela revive a vida espiritual: Ter a inclinada para a carne é morte; mas ter a mente inclinada para o espírito é vida e paz (Romanos 8:6).
10. Ela tem muitos precedentes e exemplos nas Escrituras (Salmo 19:14; 39:3; 77:12): Minha meditação será agradável a ele: eu me alegrarei no SENHOR (Salmo 104:34).

Dez Passos para a Meditação

1. Limite: Separe não mais que 5-10 minutos para começar, e comece com um versículo curto ou parte de um versículo.
2. Diversifique: Alguns dias escolha um versículo teológico, outros um texto prático ou devocional.
3. Escreva: Escreva o texto em uma pequena ficha ou cartão, e coloque em um lugar que você acesse regularmente (bolsa ou bolso?).
4. Memorize: Memorize o texto em blocos de 2-3 palavras recitando-o em voz alta. Defina horários específicos no dia para relembrar o versículo (horários das refeições).
5. Concentre-se: Pegue as palavras-chave e procure-as em um dicionário (de português ou bíblico). Substitua algumas palavras com significados paralelos ou até significados opostos.
6. Pergunte: Interrogue o versículo (quem, o que, onde, quando, por que, como?).
7. Explique: Pense sobre como você explicaria o versículo para uma criança ou alguém fora do contexto cristão.
8. Ore: Use o versículo na oração (adoração, confissão, graças, petição).
9. Revise: Arquive os cartões e leia-os a cada domingo para testar sua memorização deles.
10. Faça: Não apenas um exercício intelectual, mas deixe-o levá-lo à prática (creia, arrependa-se, espere, ame, etc.)
Por: David Murray © 2011 David P. Murray. Todos os direitos reservados. Original: Meditation 10 motives and 10 step method
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.


Leia mais: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2012/10/david-murray-meditacao-10-motivos-e-10-passos/#ixzz29ZOHwSrP




Divulgação: